Cangaian


Kangayam
História: Foi formada na região de Temil-Nadu, no sul da Índia. Lá é raça especializada em transportes leves, trabalhando até 10 horas por dia. É uma raça visivelmente antilopogínea, ao lado do Hallikar e do Khillari. Todas são muito rústicas e de menos aptidão leiteira.

Funcionalidade: O cangaian apresenta uma conformação elogiável de carcaça, com excelente distribuição da musculatura, mas é de pequeno porte, poderá vir a ter boa utilidade, em cruzamentos, devido a essa boa conformação, aliada a notável rusticidade e a segregação milenar de seu patrimônio genético.

As vacas são pequenas e pesam cerca de 320 e 420kg e os machos pesam entre 480 e 600kg. A resistência da raça é algo notável.

No Brasil: Foi trazida para o Brasil nas importações de 1962/1963. O registro genealógico foi fundado em 1988. O primeiro macho a ser registrado foi “Chumar” se Sérgio Jacinto Costa; A primeira fêmea foi “Dandaka”, também do mesmo criador. A raça vem sendo mantida por apenas poucos criadores em registro genealógico pela Associação Brasileira dos Criadores de Zebu (ABCZ).
Parque Estadual de Exposições Assis Brasil
Caixa Postal 91 - CEP: 93261-970 - Esteio (RS)
(51) 3473-7133 (durante a Expointer)
(55) 3422 9646
zebu@acgz.com.br



Associação dos Criadores Gaúchos de Zebu - Todos os Direitos Reservados - Copyright 2012